O despertar de valores por meio do projeto Conquista, prazer em conhecer!

04/Dez

Entre julho e setembro deste ano, aconteceu o projeto “Conquista, prazer em conhecer” com alunos do 3º ano do Ensino Fundamental I do Instituto de Educação Maria Salomé. Inspirado no livro “Um presente Especial – Vitória da Conquista: Quero te conhecer 2”, da escritora e geógrafa Ana Emília de Quadros Ferraz, o projeto contou com a supervisão pedagógica de Marli Rabelo e coordenação de Alessandra Fagundes.

“O objetivo deste projeto é fazer uma radiografia panorâmica e cultural da nossa cidade. Então, como faz parte do conteúdo do terceiro ano estudar seu município, nós resolvemos, há muitos anos, possibilitar às crianças fazerem pesquisa de campo para que elas fossem conhecer os principais locais políticos, culturais, administrativos e turísticos da cidade, estudando essas questões em loco”, ressaltou Marli Rabelo.

O livro  “Um presente Especial – Vitória da Conquista: Quero te conhecer 2”, no qual esse projeto se inspirou, mostra a realidade local do município por meio de uma metodologia criativa e didática. Ele aborda a formação territorial de Vitória da Conquista, seu surgimento, a quem pertencia, seu processo de transformação e constantes mudanças geográficas.

Para Ana Emília Ferraz, “Ver que as crianças estão sendo incentivadas a conhecer essa cidade é uma emoção indescritível. Sei que a Maria Salomé faz isso com a maior das responsabilidades com seus alunos e que isso tem ocasionado um conhecimento mais efetivo sobre a nossa cidade, um conhecimento que não se perde e que esses alunos levam para a vida toda”.

Durante três meses, as crianças fizeram três importantes excursões. No dia 13 de novembro, os pais puderam acompanhar essa trajetória por meio de fotos. Kátia Cirlene Dias, uma das professoras responsáveis, salientou que um dos objetivos do projeto é mostrar para as crianças a responsabilidade delas como futuros adultos cidadãos.

De acordo com Kátia Dias, “as crianças também aprendem a conviver e a colaborar com os colegas. Elas veem que a cidade tem uma forma de crescer ao conhecer a história das pessoas que construíram Vitória da Conquista e que, hoje, continuam possibilitando o seu desenvolvimento". Sendo assim, Marli Rabelo complementou ao dizer: “aprender a dividir, compartilhar, trabalhar em grupo, estar em grupo e obedecer regras também fazem parte de uma infinidade de aprendizagem envolvendo um projeto só”.

Foi possível observar a emoção no olhar dos pais e a alegria das crianças ao estarem, no momento da culminância, apresentando um pouco do que eles aprenderam durante a realização do projeto. Silvia Caires Silva, mãe de Elika Safira Caires Costa e Caio Costa, salientou: "Eu percebi que minha filha teve interesse de conhecer cada canto da cidade de forma prazerosa, então cada passeio que era marcado tinha toda uma expectativa. É um projeto que veio para inovar a educação”.


Compartilhe: